segunda-feira, 23 de maio de 2016

Nem Todo Atleta Grego Era Candidato a Herói

Tentativa de reconstituição de como seria uma arena para treinamento de atletas
e competições em Esparta (*)

Para os atletas que competiam em Olímpia, ou mesmo nos outros jogos que eram celebrados na Grécia, o importante era vencer. Embora os gregos acreditassem que a cada certame os deuses se intrometiam para que a vitória fosse de seus favoritos, nem por isso os competidores deixavam de treinar com afinco e, durante as provas, havia até quem se dispusesse a morrer na luta, de preferência a sair derrotado.
Isso não quer dizer que a totalidade dos atletas gregos era composta de candidatos a heróis. Havia, também, gente que sonhava com a fama, mas cujos triunfos não iam muito além da imaginação. Sabemos que era assim por uma comparação feita por Políbio de Megalópolis em sua História, na qual é oferecida ao leitor a possibilidade de entrever o fato de que, mesmo sob o suposto olhar dos deuses, havia competidores que não estavam decididos a dar o sangue pela vitória:
"Não tem esta reflexão outro propósito senão mostrar que há aqueles que, à semelhança dos maus atletas no estádio, param de correr e abandonam seu objetivo quando próximos à chegada, enquanto outros, em idêntica situação, obtêm vantagem frente aos demais competidores." (**)
No esporte como na vida, na Antiguidade ou no Século XXI. Concordam, leitores?

(*) HALL, Jennie Life in Ancient Greece
London: George G. Harrap & Company, 1913
(**) O trecho citado da História de Políbio é tradução de Marta Iansen para uso exclusivo no blog História & Outras Histórias.

2 comentários:

  1. Respostas
    1. Sim, os entusiastas dizem que o esporte é uma escola. Vê-se que têm alguma razão.

      Excluir

Democraticamente, comentários e debates construtivos serão bem-recebidos. Participe!
Devido à natureza dos assuntos tratados neste blog, todos os comentários passarão, necessariamente, por moderação, antes que sejam publicados. Comentários de caráter preconceituoso, racista, sexista, etc. não serão aceitos. Entretanto, a discussão inteligente de ideias será sempre estimulada.