quarta-feira, 2 de novembro de 2016

Epitáfios

Já pensou em escrever seu próprio epitáfio (*), leitor? Não, não pare de ler. Em Memórias Póstumas de Brás Cubas, Machado de Assis, escrevendo pelo autor-defunto ou defunto-autor, observou, a propósito de um funeral:
"Saí, afastando-me dos grupos, e fingindo ler os epitáfios. E, aliás, gosto dos epitáfios; eles são, entre a gente civilizada, uma expressão daquele pio e secreto egoísmo que induz o homem a arrancar à morte um farrapo ao menos da sombra que passou."
Se você, como Brás Cubas, também gosta de epitáfios, provavelmente irá notar, na eventualidade de um passeio por algum cemitério antigo, que algumas lápides têm expressões um tanto curiosas. E, por suposto, será difícil encontrar alguma que detrate a imagem daquele ou daquela que ali foi sepultado(a). Poucas serão comparáveis, porém, ao teor desta lápide (**), que consta ter existido no Século XIX, em um cemitério no norte da Inglaterra:


Observe que, depois dos elogios de praxe, quem passa e lê é informado de que a viúva continua a administrar o estabelecimento comercial da família. No auge do requinte, há uma recomendação para que o endereço não seja esquecido. Quem já viu alguma coisa parecida? Seria mesmo de arrancar um sorriso a Max Weber!... (***)

(*) Não, senhores, que ninguém venha com aqueles versos de Bocage, que este aqui é um blog muito sério. 
(**) SAMPSON, Henry  A History of Advertising
London: Chatto and Windus, 1874, p. 531
(***) Pra quem não se lembra, Max Weber é o autor de A Ética Protestante e o Espírito do Capitalismo.

2 comentários:

  1. Marketing num epitáfio... Priceless. Louvo a capacidade de inovação essa senhora.
    Beijinho
    Ruthia d'O Berço do Mundo

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Haha, isso é que é não perder uma oportunidade para fazer bons negócios...

      Excluir

Democraticamente, comentários e debates construtivos serão bem-recebidos. Participe!
Devido à natureza dos assuntos tratados neste blog, todos os comentários passarão, necessariamente, por moderação, antes que sejam publicados. Comentários de caráter preconceituoso, racista, sexista, etc. não serão aceitos. Entretanto, a discussão inteligente de ideias será sempre estimulada.