terça-feira, 23 de novembro de 2010

Futebol no Brasil no Início do Século XX - Os Uniformes dos Jogadores

Se, na postagem anterior, vimos os trajes usados pelos torcedores, nesta trataremos dos uniformes com que os atletas desfilavam suas habilidades a cada partida. Não, não imagine as atuais grifes esportivas (que, diga-se de passagem, demoraram a ter suas marcas estampadas nas camisas e demais peças do vestuário típico da modalidade); ainda assim, um "estilo" estava claramente a desenvolver-se. É só observar:


"O team do Fluminense Foot-Ball Club que disputou no Velódromo desta capital, um match interestadual com o Club Athletico Paulistano, vencendo-o por dois goals a um." (*)


"Aspectos do Velódromo Paulistano, por ocasião de um dos matches disputados entre a "Squadra Representativa Italiana" e um dos clubes filiados à Associação Paulista dos Sports Athleticos. Vê-se, no centro, o "team" italiano." (**)


"Instantâneos tirados no Velódromo Paulistano por ocasião dos últimos matches disputados entre a "Squadra Representativa Italiana" e os clubs filiados à Associação Paulista dos Sports Athleticos. Vê-se no centro o valoroso scratch Paulistano e Scottish Wanders, que bateu o team italiano duas vezes, a última das quais por cinco a um." (**)


"O team do "Torino Foot-Ball Club", que se bateu, nesta capital, com os clubs filiados à Liga Paulista de Foot-Ball, saindo vencedor em todos os "matches" que disputou aqui." (**)

Eis aí, leitor, o fato de que, em 1914, quando vir da Europa ao Brasil significava, necessariamente, uma demorada viagem de navio, estavam algumas equipes brasileiras a jogar partidas internacionais, recebendo a visita de times importantes, com resultados não de todo maus, isso sem falar dos jogos entre equipes de diferentes Estados, lançando as bases de famosas rivalidades que ainda persistem. Ah, quanto aos uniformes, é bom saber que, pouco a pouco, os calções foram ficando mais curtos, até que, no início da década de 1990, com a introdução do uso sob o calção de uma bermuda térmica colante, chamada cool-flex (que poderia evitar lesões musculares), esse encurtamento foi detido, fazendo com que os calções voltassem a ter o comprimento próximo aos joelhos dos jogadores. Nesse caso, além de estética, a mudança foi também tecnológica, como muitas outras que ocorreram nas camisas, meiões, chuteiras e equipamentos de proteção, resultando em aperfeiçoamento das condições para a prática do esporte.

(*) A Cigarra, 15 de junho de 1914.
(**) A Cigarra, 29 de agosto de 1914.


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Democraticamente, comentários e debates construtivos serão bem-recebidos. Participe!
Devido à natureza dos assuntos tratados neste blog, todos os comentários passarão, necessariamente, por moderação, antes que sejam publicados. Comentários de caráter preconceituoso, racista, sexista, etc. não serão aceitos. Entretanto, a discussão inteligente de ideias será sempre estimulada.