sexta-feira, 16 de maio de 2014

Tucanos


Gosto dos tucanos. Têm um jeito alegre e xereta. Pelo menos é o que parece. Não sei se eles realmente são assim, ou se somos nós, humanos, que queremos ver nossas características nos outros seres vivos. Os nativos da América, bem como os europeus que, no Século XVI, colonizaram o Brasil, também achavam os tucanos muito interessantes, mas por outros motivos. Escreveu Gabriel Soares:
"Tucanos são (...) aves do tamanho de um corvo; têm as pernas curtas e pretas, a pena das costas azulada, a das asas e do rabo anilada, o peito cheio de frouxel muito miúdo de finíssimo amarelo..." (¹)
Descrição rebuscada, essa, que, no entanto, não contempla o fato de serem muitas as espécies de tucanos. Retomando o "frouxel muito miúdo de finíssimo amarelo", Gabriel Soares acrescentou: "...o qual os índios esfolam para forro de carapuças." (²)
Dizia mais:
Tucano, de acordo com ilustração do
Século XVII (⁴)
"Têm a cabeça pequena, o bico branco e amarelo, muito grosso, e alguns são tão compridos como um palmo (...). Criam estes pássaros em árvores altas, e tomam-nos novos para se criarem em casa; os bravos matam os índios à flecha, para lhes esfolarem o peito, cuja carne é muito dura e magra." (³)
A circunstância de saber como era a carne de um tucano faz supor que Gabriel Soares a havia experimentado, embora possa ter escrito apenas por ouvir falar. Não chega isso a ser surpresa, já que em tempos coloniais, e mesmo adiante, papagaios eram apreciados para uso culinário. Por que não tentariam o mesmo com tucanos?

(1) SOUSA, Gabriel Soares de Tratado Descritivo do Brasil em 1587
Rio de Janeiro: Laemmert, 1851, p. 226
(2) Ibid.
(3) Ibid.
(4) PISO/PIES, Willen et MARKGRAF, Georg Historia naturalis Brasiliae
Amsterdam: Ioannes de Laet, 1648

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Democraticamente, comentários e debates construtivos serão bem-recebidos. Participe!
Devido à natureza dos assuntos tratados neste blog, todos os comentários passarão, necessariamente, por moderação, antes que sejam publicados. Comentários de caráter preconceituoso, racista, sexista, etc. não serão aceitos. Entretanto, a discussão inteligente de ideias será sempre estimulada.