domingo, 9 de fevereiro de 2014

A "Hora da Creolina"

Sino usado para anunciar a
"Hora da Creolina" em Manaus - AM
Fiquei sabendo desta história há algumas semanas, em Manaus - AM. Lá pelos começos do Século XX, a administração da cidade fechou um acordo com um fornecedor de carne verde (entenda-se, carne fresca), que tinha a obrigação de assegurar um certo padrão de suprimento.
Pois bem, no Mercado Público (atualmente Mercado Municipal), onde a dita carne era vendida, havia um sino com a finalidade de anunciar a "hora da creolina": ao encerrar-se a venda da carne verde, nos dias em que existia esse comércio, tocava-se o sino, anunciando que, a partir daquele momento, as vendas estavam suspensas, para que as mesas onde se cortava a carne fossem devidamente higienizadas. Com creolina, claro.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Democraticamente, comentários e debates construtivos serão bem-recebidos. Participe!
Devido à natureza dos assuntos tratados neste blog, todos os comentários passarão, necessariamente, por moderação, antes que sejam publicados. Comentários de caráter preconceituoso, racista, sexista, etc. não serão aceitos. Entretanto, a discussão inteligente de ideias será sempre estimulada.