quinta-feira, 5 de agosto de 2010

A Arquitetura Sacra Paulista e Mineira nas Regiões Cafeeiras - 3

Olá, leitor, vamos continuar nossa peregrinação histórica virtual... As visitas de hoje serão à Matriz Centenária de Santa Maria, em Jaguariúna, e à Matriz de Sant'Ana, em Pedreira. Para quem não sabe, Pedreira e Jaguariúna são cidades vizinhas - muito vizinhas.
Ah, recomendo a quem não leu a primeira postagem da série, que o faça, para melhor entendimento do que vai ser dito (clique aqui).

Matriz Centenária de Santa Maria (Jaguariúna - SP)


A Igreja Matriz de Santa Maria, também conhecida como Matriz Centenária,  foi construída por ordem do Coronel Amâncio Bueno, que era proprietário de terras na região do que hoje conhecemos por Jaguariúna, como parte de um projeto de urbanização consciente e deliberado,  resultante do desmembramento de terras da Fazenda Florianópolis. Curiosamente, ao contrário do que era prática mais ou menos usual na época em muitas localidades, em que ruas e casas surgiam sem grande organização, o Coronel Amâncio Bueno contratou um engenheiro, Wilhelm Giesbrecht, para planejar o que viria a ser a Villa Bueno, na qual a Igreja Matriz deveria ocupar um lugar de destaque, e o arruamento adjacente, sempre que possível retilíneo, levava em conta a existência do rio Jaguari e a possibilidade de eventuais inundações.
As obras de edificação começaram em 1889, sendo a conclusão datada de 1894, resultando em um templo no estilo gótico-bizantino. Ainda durante a construção, a Paróquia de Santa Maria foi devidamente oficializada em fevereiro de 1892. Obras posteriores tornaram a praça defronte à igreja particularmente importante, já que nela instalou-se um primeiro chafariz, destinado ao abastecimento de água para a população que se estabeleceu nos arredores. Na mesma praça foi colocado, ainda no século XIX, um monumento comemorativo à iniciativa  do Coronel Amâncio Bueno quanto à edificação da igreja, que está muito bem preservado (foto, à direita).


Igreja Matriz de Sant'Ana (Pedreira - SP)


A Igreja Matriz de Sant'Ana, em Pedreira, tem quase a mesma idade da de Jaguariúna - data de 1899. Vale explicar que Pedreira nasceu pelo povoamento de terras da Fazenda Sant'Ana, uma propriedade dedicada ao cultivo de café, que desde 1885 pertenceu ao Coronel João Pedro de Godoy Moreira, considerado o fundador da cidade. A construção segue o estilo gótico e, na praça existente defronte à igreja, há um monumento listando todos os párocos que ali atuaram (de suas origens à atualidade).



Para ler mais sobre este assunto, acesse:

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Democraticamente, comentários e debates construtivos serão bem-recebidos. Participe!
Devido à natureza dos assuntos tratados neste blog, todos os comentários passarão, necessariamente, por moderação, antes que sejam publicados. Comentários de caráter preconceituoso, racista, sexista, etc. não serão aceitos. Entretanto, a discussão inteligente de ideias será sempre estimulada.